quinta-feira, julho 27, 2006

Tema: "Espiga Dourada" Ano: 2006



O ondular das searas que maduram ao sol, o cheiro a flores silvestres e os pardais que debicam as espigas de trigo, levam-nos a um cenário edílico e campestre, que ainda hoje subsiste nos vales de Vila Fria.

É esta imagem de beleza e contacto com a natureza, que a Marcha Popular de Vila Fria se propõe a transmitir na sua edição deste ano.

Ao longo das suas 15 edições a marcha de Vila Fria tem abordado os mais variados temas, no entanto, nunca tinha homenageado a sua terra, a melhor forma de o fazer foi recordar uma das imagens mais belas do Concelho de Oeiras, as searas de trigo, que são hoje cada vez mais raras.

Os arcos e os figurinos dos marchantes procuram transmitir essa beleza. As mulheres simbolizam as searas e o ecossistema que as rodeias, os pássaros, as flores silvestres, a chuva e o sol. Os homens representam os lavradores que trabalham a terra, a semeiam e dela colhem o trigo para fazer o pão.


Vila Fria encontra-se hoje entre dois mundos, o passado agrícola, quase extinto, e o desenvolvimento que se espera do futuro, mas que tem chegado a passos lentos.

Fazemos votos que goste da nossa marcha.

A todos os marchantes, em especial aos que colaboram directamente na construção deste projecto, o meu profundo agradecimento.

Carlos Alves Cardoso

1 comentário:

Joana Meireles disse...

É bom modernizar o GCVF e dar a conhecer as nossas actividades ;)

Gostei de ver aqui publicadas as fotos que eu tirei na actuação em Oeiras (isto devia ter direitos de autor hehehe)

Beijos***********